Ao aprender utilizar o ponto de fuga, você pode melhorar muito o modo como você desenha e comunica suas ideias. Por meio da prática você aos poucos conseguirá se desenvolver ao ponto de tornar o ponto de fuga uma ferramenta natural no seu desenho.

Ponto de Fuga

É um conceito utilizado para designar um determinado lugar geométrico. Também conhecida como perspectiva renascentista, é o primeiro método de perspectiva exata, que se baseia em um ponto de fuga, situado na linha do horizonte, para o qual convergem as retas paralelas que, ao serem transformadas em diagonais no quadro, provocam a sensação de profundidade.

Surgida no Renascimento, através dos desenhos de Filippo Brunelleschi, a perspectiva era um expediente geométrico que produzia a ilusão da realidade, ao mostrar os objetos no espaço em suas posições e tamanhos corretos; a perspectiva capta os fatos visuais e os estabiliza, transformando o observador naquele para o qual o mundo todo converge.

Vantagens

O uso dos elementos da perspectiva, em conjunto, permitem a elaboração de esquemas gráficos necessários para desenhar objetos contextualizados em ambientes ou paisagens sem distorção estrutural.

A prática favorece o traço do artista e sua percepção em relação aos elementos observados, fazendo com que seja possível traduzir melhor o que se enxerga para o papel ou outro tipo de suporte.

Esse tipo de técnica também pode (e deve) ser utilizado em desenhos digitais, como os feitos com o auxílio de uma mesa digitalizadora ou até mesmo com o mouse em softwares vetoriais.

Vídeo Instrutivo

No vídeo ao final da matéria, produzido pelo artista plástico Denis Mandarino, você poderá aprender a desenhar em perspectiva pelo método que usa um ponto de fuga, com a utilização de medidas exatas.

Dica: Veja o vídeo em Full HD para melhor visualização das linhas e tracejados.

Material

Antes de tudo, faça o download do material de estudo em PDF no botão abaixo. Nele estão todas as referências que você precisa para seguir o vídeo e começar a praticar.